Michiko – parte 04 [conto]

– Finalmente você chegou, Michiko.

– Como sabe meu nome?

– Não é qualquer um que consegue realizar tal feito.

– Então você já sabe o que me aconteceu.

– Quando eu acordei nessa manhã, já sabia que viria. O mais interessante é que parou exatamente onde desejava. Isso é fantástico!

– Como cheguei aqui?

– Não faça tantas perguntas. Primeiro olhe o que há em seus bolsos.

– São… Pepitas de ouro!

– E o que você carregava antes consigo?

– Era café!

– Todo o café que você trouxe na sua viagem transformou-se em ouro.

– A bolsa…

– Você saiu tão apressada para ver seu pai que nem deixou a bolsa na qual colocava os grãos de café recém colhidos. Há uma fortuna naquela casa agora, quantia suficiente para que sua família não precise mais voltar ao Brasil.

– Está tudo resolvido então!

– Está? Já se perguntou o que aconteceu no seu tempo quando você veio até aqui?

– O que aconteceu?

– No instante em que você saltou no tempo, tudo ficou parado. Está até agora assim, só aguardando a sua decisão.

– Então existe uma maneira de voltar?

– Não exatamente. Tudo o que sei é que você tem que decidir se dará ou não todo o ouro que trouxe para a sua família. Infelizmente não poderei te dizer ao certo o que acontecerá. Pode ser que, mesmo que consiga mudar, toda a história da sua família tenha mudado, uma vez que você atravessou a barreira do tempo. O único fato que você pode interferir diretamente é na ida ou não da sua família ao Brasil.

Deixe uma resposta